Fiscalidade e Contabilidade

Contabilidade ou gestão financeira? Confira as diferenças

por Isabel Dias | 20 Junho, 2018

É comum confundirem-se os temas, e até tomá-los como sinónimos. Estes conceitos complementam-se, e para um negócio de sucesso, é importante conjugá-los na gestão da empresa.

Até o gestor mais experiente pode, por vezes, fazer alguma confusão, já que os termos estão interligados. Por isso, confira as diferenças entre a contabilidade e a gestão financeira da sua empresa, e acabe de vez com as dúvidas.

 

Contabilidade vs Gestão Financeira: Qual a diferença?

Com áreas de atuação e focos diferentes, aprenda a distinguir os dois conceitos:

 

O que é a contabilidade?

A contabilidade corresponde à técnica de cálculo, classificação e registo de todas as transações financeiras e comerciais de uma empresa, bem como das operações com impacto patrimonial numa organização e é, em boa parte, imposta por lei. É a via formalizada de tratar a informação económico-financeira das empresas.

Assim, o contabilista acompanha todos os movimentos e documentos contabilísticos (faturas emitidas e recebidas, comprovativos de transferência, extratos bancários,…) fazendo o balanço do património da empresa: um resumo dos ativos ou bens aos quais se subtraem os passivos ou compromissos que a empresa assumiu.

Uma análise contabilística cuidada ajuda a controlar a saúde do negócio, com critérios e cálculos standard, ou seja, compreensível por todos (inclusive autoridades fiscais) e ideal para reportar ao mercado e ao público em geral.

 

Então e a gestão financeira?

Para complementar a visão económica ou contabilística de um negócio, o empresário deve ter sempre em mira a perspetiva financeira, das entradas e saídas reais de dinheiro (recebimentos e pagamentos).

Um dos objetivos de uma gestão financeira saudável é saber sempre, em tempo real, o estado real de tesouraria ou caixa e como se prevê a evolução no futuro. Uma estimativa financeira rigorosa ajuda, por exemplo, a antecipar momentos de maior necessidade de liquidez. Mesmo nos negócios que contabilisticamente se apresentam mais robustos, um descuido a nível de planeamento de tesouraria pode comprometer a capacidade de responder aos compromissos assumidos.

Mas claro, a gestão financeira não se prende apenas com manter as contas no verde. Estando este ponto garantido, a questão seguinte é como otimizar os recursos financeiros ao seu dispor. O foco da gestão financeira passa a ser onde e como investir, com que prazos, quando é que se deve liquidar dívidas e pagamentos. Mantendo o saldo sempre positivo, agora e no futuro.

Também é necessária a gestão financeira quando o saldo de um negócio é negativo, encontrando formas para lidar com uma crise.

 

Conciliar os dois… como?

Como já vimos, a contabilidade e a gestão financeira complementam-se perfeitamente. A tom de exemplo, veja-se o caso de uma empresa com uma faturação elevada: isto pode não ser suficiente para manter um saldo de caixa positivo em todos os momentos. Sem uma gestão financeira cuidada, a receita pode chegar depois de ter sido necessária para realizar pagamentos, por exemplo a fornecedores e ao Estado, que não espera.

Quer isto dizer que a empresa pode estar a funcionar bem e a gerar lucro, mas a dado momento pode não ter liquidez para saldar dívidas, entrando em incumprimento. Esta situação seria evitada com uma boa gestão financeira que se encarregasse de gerir prazos de pagamentos de clientes, e a fornecedores, de modo a nunca entrar numa situação de vulnerabilidade.

Em suma, a contabilidade de uma empresa foca-se de forma objetiva no desempenho económico do negócio: que faturas foram emitidas, recebidas, o que foi pago e recebido. A gestão financeira tem foco no desempenho financeiro: onde e como se pode investir, que oportunidades existem, com um cariz muito mais estratégico.

 

Jasmin, aliado na contabilidade e na gestão financeira… e não só.

O Jasmin, software expert em gestão, simplifica a gestão do seu negócio. Foi desenhado a pensar em empreendedores, startups e empresas que querem agilizar a gestão de um negócio, e estar a par da revolução digital. E porque sabemos que na vida do empresário atual o tempo escasseia, o Jasmin simplifica, automatiza e liberta tempo para o que mais importa… porque num negócio trata-se de mais do que contabilidade e gestão financeira. Confira as demais funcionalidades do Jasmin, que integra com as aplicações mais recentes do mercado, para poder fazer (também) a gestão das demais áreas da sua empresa, como marketing, recursos humanos ou gestão de clientes.

Experimente já o Jasmin Express! 100% cloud e gratuito*, é o parceiro que o seu negócio precisa.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *